Passo a passo para estudar de forma organizada e eficiente

Tenho conversado e observado bastante os meus alunos e também muitos jovens que me acompanham nas redes sociais, sempre perguntando para eles quais as suas maiores dificuldades nos estudos. Muitos me falam coisas como: "não tenho tempo para estudar", "não tenho o apoio da minha família", "não tenho motivação" ou "não consigo aprender determinada matéria", porém, sem sombra de dúvidas, o maior desafio enfrentado por esses jovens tem sido encontrar uma forma adequada, organizada e eficiente para aprender o que estão estudando.


Você também tem essa dificuldade ou já teve? Deixa um comentário aqui abaixo do post pra eu saber. Eu já tive! Aliás, é algo absolutamente normal e compreensível, afinal, como sempre digo, estudar é algo que não é natural, não está na natureza humana. Quem pode me dizer que ficar sentado, por 8, 10, 12 horas por dia, durante meses, é algo natural? NÃO É! Agora, uma coisa que é absolutamente normal é a SOBREVIVÊNCIA! Todo animal vive para sobreviver, essa é a natureza, é para isso que fomos feitos. E aqui eu quero te dar uma dica muito, muito valiosa:


Se você entender que os seus estudos fazem parte do seu processo de sobrevivência, ou seja, que para viver, você precisa estudar, você nunca mais sofrerá com falta de motivação nos estudos!

Talvez você até conheça a minha história, porém, caso queira saber mais detalhes e entender tudo o que eu fiz para ser aprovado no concurso da EsPCEX, clique aqui e veja este vídeo! Nele, eu explico como eu utilizei os meus problemas e dificuldades como combustível para me manter motivado durante a minha preparação! Para mim, estudar era uma forma de melhorar a vida da minha família, de ter condições financeiras para nunca mais ver a minha mãe trabalhar sob as condições que trabalhava. Era estudar para sobreviver!


Mas claro que nem só de motivação vive um candidato, não é mesmo?! Estudar é uma arte e como em qualquer coisa na vida, se você quer estudar de forma eficiente, tem que desenvolver um método de estudos que te permita alcançar os seus objetivos. E por mais que seja algo extremamente particular, ou seja, cada aluno vai, com a prática, encontrando as ferramentas que mais se adequam ao seu estilo e condições, vou te dar aqui 3 dicas muito valiosas para que você realize um bom planejamento nos estudos.

1 - Escolha muito bem o seu local de estudos


O local onde você irá estudar tem que ser, para você, o seu santuário, afinal, lá você irá permanecer por longas horas, construindo o seu sonho, colocando cada tijolinho necessário no seu muro da aprovação. Algumas pessoas, muito sortudas aliás, conseguem estudar em praticamente qualquer lugar, sob quaisquer condições (esse não é meu caso). Se você é assim, parabéns, você realmente tem muita sorte. Foque os seus esforços em transformar o seu local de estudos em um lugar confortável, com uma boa cadeira, uma boa iluminação, temperatura adequada, etc. Isso já irá fazer você se sentir muito bem e fará com que estude de forma mais eficiente.


Para mim, o principal aspecto a ser levado em consideração no meu local de estudos é o silêncio. Eu não consigo estudar em um local muito barulhento, principalmente se o barulho for algo que eu consiga entender. Se esse é o seu caso, vou te falar aqui o que eu faço. Aliás, antes disso, quero te falar o que eu já tentei fazer: usar protetor auricular. Infelizmente, não funcionou para mim. Os protetores diminuem bastante os ruídos sim, isso é fato, porém, pequenos níveis de ruído também me atrapalham. E sabe como eu superei isso e hoje praticamente consigo estudar em qualquer lugar?


Ouvindo músicas!!! Sim, hoje eu ouço músicas sempre que quero me concentrar em algo como uma leitura ou até mesmo agora, enquanto escrevo esse posto. Porém, aqui vai um outro segredo dessa minha técnica: a escolha das músicas. Eu não consigo estudar com um Rock pesado (que eu ouço durante as minhas corridas) ou com qualquer música em que eu consiga entender o que está sendo falado. Para mim, o que funciona são músicas de meditação. Então eu vou lá no Spotify e procuro por playlists com "músicas para relaxar, meditar, etc", coloco meu fone de ouvido e a mágica acontece! O mundo pode acabar ao meu redor que eu continuo conectado com os meus estudos!


Engraçado é que eu sempre achei que não conseguia estudar escutando nenhum tipo de música, porém, como é realmente muito difícil encontrar um local de estudos 100% silencioso, tive que encontrar uma solução. Indico que você faça esse teste também, começando com músicas mais calmas. Aos pouco você vai vendo o que funciona ou não para você.


Ainda com relação ao seu local de estudos, é importante que você tenha todos os materiais que precisa ao seu alcance, além de manter as distrações o mais longe quanto for possível. Nada de ficar fuçando o celular ou o computador. Se você realmente está levando os seus estudos a sério, tem que entender que estudar faz parte da sua sobrevivência e, por isso, deve manter foco total no que importa!


2 - Conheça o seu ritmo e estude em ciclos


Um grande erro que muito candidato comete é não saber dosar os seus estudos, fazendo isso sem ritmo ou planejamento adequado. Pense que você quer treinar para uma maratona. Você acha que seria adequado correr 42 km todos os dias para isso? Lógico que não, não é mesmo? Você terá que alternar treinos longos, curtos, musculação e talvez até a prática de outros esportes, como o ciclismo e a natação, para evitar lesões e se preparar de uma forma mais segura e eficaz.


Com os estudos acontece a mesma coisa. No começo, você é iniciante e por isso não está acostumado a nada. Como na corrida ou na musculação, por exemplo, onde os novatos sentem dificuldades no começo, incluindo dores musculares pós treinamentos, você, candidato, também terá que vencer a inércia nos estudos. No início tudo é mais difícil. Você não vai saber quanto estudar, como estudar e também terá muito mais dificuldades em entender algumas matérias, principalmente se a sua base nos estudos for ruim (o que é uma realidade para a maioria dos alunos brasileiros, inclusive foi para mim). Então a primeira coisa que você deve entender é que você deve começar devagar e, aos poucos, ir aumentando a intensidade dos seus estudos. Se você nunca estudou de maneira séria para um concurso público, não ache que vai começar a estudar 10-12 horas por dia de uma hora para outra. É como se você nunca tivesse corrido e, do nada, decidisse começar a correr 20 km todo dia! Não vai dar certo!


Começar devagar vai te dar ânimo para ir crescendo aos poucos, aumentando a sua carga horária nos estudos de forma sustentável e saudável, sem desespero.

Uma vez que você tenha iniciado os estudos, não importa a quantidade de horas que esteja estudando, você deve estudar de forma intervalada, ou seja, em ciclos. Uma das técnicas mais eficientes que existem é a POMODORO. Eu explico essa técnica em um outro post aqui no Blog (CLIQUE AQUI para ler), mas basicamente ela se baseia no fato de que fica muito mais fácil para o nosso cérebro assimilar os conhecimentos se eles forem "ingeridos" em doses, não de uma vez só. Ou seja, ao invés de estudar 4 horas sem parar, você irá realizar intervalos pequenos a cada 30 minutos de estudo e um intervalo maior a cada 3 ou 4 ciclos de estudo, com cerca de 30 minutos de duração.


É importante frisar que de nada adianta utilizar os seus intervalos de estudo para mexer no celular, em redes sociais ou fazer qualquer outra coisa que não possa ser considerada um "descanso para o seu cérebro", afinal, o objetivo dos intervalos é fornecer um tempo para que você possa se recuperar e, dessa forma, render muito mais nos estudos. Eu indico que, durante os seus intervalos, você saia do seu ambiente de estudos, ande um pouco, beba uma água, faça alguns alongamentos e exercícios leves. Dessa forma, você voltará muito mais relaxado e esperto para o novo ciclo de estudos.


3 - Faça um cronograma correto


Ta aqui o segredo principal para a sua organização: seguir um bom cronograma. Se você é aluno Elite Mil, já está acostumado a seguir o nosso cronograma, que permite que você saiba medir exatamente o seu progresso nos estudos, focando inicialmente no reforço da sua base, com as aulas teóricas e depois na prática, através de exercícios. Caso você estude sozinho, é importante que faça o seu próprio planejamento e, para isso, você deve fazer três coisas:


- Primeiro: Estabeleça os seus horários de estudo, ou seja, em quais momentos do seu dia você irá sentar no seu local de estudos para se dedicar EXCLUSIVAMENTE ao papiro!

- Depois: Uma vez que você saiba os seus horários, você deve realizar o planejamento de qual disciplina irá estudar em cada dia. Isso vai depender do tempo disponível que você tem, principalmente, mas o que eu indico são 3 disciplinas por dia para concursos mais complexos, como a EsPCEX e 2 disciplinas por dia para concursos que possuem um edital mais enxuto, como o da ESA e EEAR.

- Por fim: Semanalmente, de preferência aos domingos, você deve realizar o planejamento de cada matéria a ser estudada, separando um tempo para realizar revisões e também realizar exercícios.


Fazendo isso, você não ficará mais perdido, saberá exatamente o que deve estudar, como está o seu progresso e em quanto tempo você terminará de ver todos os assuntos previstos no edital do concurso. Ah, e por falar em edital, é importantíssimo que todo o seu planejamento seja feito tendo por base o edital do último concurso, pois este é o documento que possui as informações mais atualizadas e relevantes sobre a sua prova. Em se tratando de concursos militares, geralmente, não ocorrem grandes mudanças de um ano para outro nos editais, portanto, estudar pelo edital anterior é a forma mais segura que você terá para se guiar.


Agora, de nada adianta você ter todas essas informações e não colocar em prática, combatente. Um dos maiores inimigos do concurseiro se chama PROCRASTINAÇÃO! Quem nunca prometeu a si mesmo que iria realizar tal coisa em um certo prazo e acabou não fazendo nada com nada, que atire a primeira pedra! Dá uma olhada no vídeo abaixo onde eu explico o exato método que eu utilizo para vencer a procrastinação e cumprir todas as minhas obrigações.

FÉ NA MISSÃO!

1º Ten Thiago Henrique - CEO e Instrutor-chefe do Elite Mil