Como é o período de adaptação nas escolas de formação militar? Como começar com o pé direito?


Após serem aprovados nos mais concorridos e difíceis concursos militares, milhares de jovens, anualmente, preparam-se para ingressar nos portões das Instituições de Ensino Militar espalhadas pelo Brasil, onde inicia-se a formação desses futuros militares profissionais através de um período denominado de ADAPTAÇÃO.


Como diz o próprio nome "adaptação", o período tem por finalidade principal adaptar os jovens que ingressam nas Escolas de Formação, orientado-os acerca das características e rotinas diárias que irão enfrentar e sobre os valores e princípios fundamentais das Instituições Militares, como a Hierarquia e a Disciplina. Logicamente, como a grande maioria desses jovens é egressa do meio civil, não tendo tido nenhuma experiência prática militar, o período de adaptação é visto como sendo um dos mais difíceis de toda a formação na caserna, pois ali acontece o primeiro "choque" do jovem militar, quando ele se depara com uma rotina e realidade totalmente diferentes daquilo que estava acostumado a viver no conforto de sua casa.

O período de adaptação é tido por muitos como um dos mais difíceis de toda a formação, onde o jovem militar tem que aprender e se adequar a uma rotina de atividades intensa, onde estará sendo constantemente avaliado e orientado pelos seus instrutores


Entretanto, antes que você entre em desespero, vou te dar aqui algumas dicas fundamentais para que você tenha em mente e supere o período de adaptação da maneira mais tranquila possível, podendo absorver os conhecimentos passados e se adaptar rapidamente à rotina milita.


Em primeiro lugar, entenda isso: SIM, o período de adaptação vai ser difícil e você sentirá vontade de ir embora, de pedir desligamento. Saiba disso desde já, mas saiba também que isso é absolutamente normal e que todos, eu disse TODOS os militares que você conhece, inclusive eu, passaram por esses momentos de dificuldades e portanto, você também passará. Seria absolutamente anormal alguém sair de casa, ingressar em um Escola de Formação Militar e não sentir nenhuma dificuldade. Mesmo os alunos que estudaram em seu Ensino Médio em Colégios Militares e que tem pais militares, sentem essa dificuldade, é NORMAL! Entenda, desde já, que se outras pessoas passaram pela adaptação,você também pode.


Nunca baixe a cabeça diante de obstáculos que já foram ultrapassados por outras pessoas (essa frase me foi dita por um cadete do 4º ano, quando eu era do 3º ano e realizava a Prova Aspirante Mega)! Se outros fizeram, você também pode fazer e pode fazer melhor!

Além disso, saiba que tudo isso irá acabar! Isso mesmo, não entre em desespero e pense que toda a sua formação será como no período de adaptação, pois esse é um dos grandes motivos que fazem com que os alunos peçam desligamento durante o período de adaptação. Com o tempo você ficará mas "safo", ou seja, terá mais experiência e tudo ficará mais simples e será feito automaticamente. O processo de adaptação é assim tão difícil, pois você terá que se adequar, em um curto espaço de tempo, a uma rotina muito mais intensa e desgastante, onde terá que aprender uma porção de coisas novas e que não são tão confortáveis de serem executadas, como acordar cedo todo dia, por exemplo. Mas fique tranquilo, VOCÊ IRÁ SE ADAPTAR e é questão de tempo para que isso aconteça.


Não há bem que sempre dure nem mal que nunca acabe! Fique tranquilo, mantenha a cabeça fria e corpo quente, lembre de tudo que você fez para chegar até lá e saiba que, uma hora, essa tempestade vai passar.


Pensando em você que irá se apresentar em breve nas mais diversas Instituições de Ensino Militar, como a EsSA, EsPCEX, AFA e EEAR, fiz o vídeo abaixo com as 5 coisas que você não deve fazer fazer durante o período de adaptação. NÃO DEIXE DE CONFERIR!



BRASIL ACIMA DE TUDO!

DEUS ACIMA DE TODOS!

FÉ NA MISSÃO!