5 conselhos de um Capitão aos novos alunos da EsPCEx

Atualizado: 25 de fev.

Aqui é o Capitão Cacavo. Escrevi essa carta para os novos alunos da Escola Preparatória de Cadetes do Exército:

Vendo a entrada de vocês, lembrei de quando entrei pelos portões há exatos 12 anos.

Recordo o sentimento de satisfação pessoal que me dominava, marcado pela consciência de que havia lutado intensamente para estar ali.


Minha mãe, pai, irmão e tantas outras pessoas importantes da minha família lá estavam, em reconhecimento pela vitória alcançada após 4 anos de muito empenho.


Nunca mais me esqueci daquele dia e espero que você também não se esqueça, pois vencer obstáculos se tornará algo natural para você a partir de agora. No entanto, não comemorar e não reconhecer sua atitude e merecimento pode ser algo ruim no futuro.


Quero aproveitar e te dar uns conselhos que, sinceramente, gostaria que me dessem no seu lugar. Acredito que assim seus próximos anos poderão ser vividos ao máximo.


Vamos lá …


1- Torne-se forte fisicamente, psicologicamente e espiritualmente.


Busque a performance nessas áreas, entendendo que mais importante que as notas de provas ou estética, está a importância de sermos homens e mulheres resistentes às porradas da vida. Pessoas fracas, de todos os jeitos, sofrem e são subjugadas por outras mais fortes. É assim que funciona no mundo real.


Homens, busque todo tipo de força física por suas famílias, para que você possa carregá-los e protegê-los. (Pense nisso toda vez em que for treinar)


Sejam atentos aos sinais do seu corpo e não ignore o aviso de diminuir quando já houver ultrapassado muito o seu limite conhecido. Cuidem de sua saúde e cuidem um do outro.


Jamais se esqueça também de fortalecer sua espiritualidade e sua fé. Em muitos momentos ao longo desses anos, você vai perceber que essa é a única coisa que vai te dar forças para prosseguir. Você vai ter testemunhos incríveis quanto a isso. Todos nós temos. Confie.


2- Aceite o processo de formação, com todas as suas dificuldades e reviravoltas.


Existem duas maneiras de se viver os próximos anos: o primeiro é caindo na tentação de reclamar, sendo uma pessoa chata, uma vítima chorona que parece querer colo por suas dificuldades; o segundo é decidir enxergar que cada desafio está moldando em você a personalidade de um guerreiro, como um militar de fato, daqueles que admiramos em livros e filmes.


3- Não mude seus valores para caber nos valores de outros.


Você não precisa agradar ninguém. Viva seus valores, respeite suas crenças e não negocie isso diante de seus momentos de liberdade.


4- Valorize sua família e passe tempo com eles.


Quando entrei na EsPCEx minha família estava toda comigo. Ao sair pelos portões da AMAN, muita coisa já havia mudado.


Perdi uma das pessoas que me criou ainda como cadete do 3º ano, e meu pai, como cadete do 4º, quatro meses antes de me formar.


Diante disso, quero deixar claro para você que a quantidade de tempo passada com eles agora não é importante, e sim a qualidade desse tempo.


Hoje, como alguém de 31 anos, vejo naturalmente que assim é a vida adulta. Devemos sair de nossas casas e construir nossas vidas e famílias. Com relação aos nossos pais e familiares, diminuímos nosso tempo, mas aumentamos a qualidade dele.


Faça algo que vocês gostam, se desconecte do celular enquanto isso e não se desespere muito para festas e viagens loucas. Vai ter tempo para tudo isso. Viva de maneira equilibrada e não os deixe em segundo plano. Você pode se arrepender.



5 - Cuide do seu dinheiro.


Decida agora usar seu dinheiro de maneira inteligente. Você recebe dinheiro das pessoas que pagam impostos. São elas quem vão pagar seu salário a partir de agora. Por isso, além da obrigação de fazer um bom trabalho por elas, cuide para que esse valor se multiplique em suas mãos e sirva a outros, além de você.


Acredito totalmente que, na época em que você vive, prosperar financeiramente é mais do que possível, é sim uma obrigação para quem vai ter os ganhos de um oficial.


Comece a aprender desde já o que você pode fazer para ter uma vida financeira organizada e abundante.


Não seja como o servo mau e preguiçoso, que enterra os talentos debaixo do solo e não multiplica o potencial a que foi confiado.


Não acredite também que pobreza é sinônimo de humildade. Não é.

Lembre-se: não se trata só de você e logo você possuirá recursos consideráveis.

Use-os para seu bem, de sua família e de pessoas ao seu redor.


Espero que essas palavras tenham feito sentido para você e sirvam de guia para os próximos anos.


Tenho certeza de que você vai fazer um excelente trabalho.


Além da sua família, que vai se orgulhar de você, muitas pessoas serão impactadas por sua história, por sua superação e por sua maneira de enxergar as coisas.


Por isso, jamais desista de lutar, pois a vida tem presentes inimagináveis para quem está agora em campo, guerreando bravamente.


Sinto orgulho de você, mesmo sem o (a) conhecer.


Forte abraço e que Deus o abençoe.


Rio de Janeiro, 22 de fevereiro de 2022.

Capitão de Infantaria Danilo Cacavo __________________________________________________________________________________________________

E se essa carta ainda não faz sentido para você, já que não é um aluno da EsPCEx, por que não tomar a decisão de se tornar um? Você pode conhecer mais sobre os benefícios da carreira de oficial do Exército Brasileiro e começar a se preparar para isso através das aulas e mentorias oferecidas pelo Elite Mil, que aprovou no ano passado 72 candidatos para a Escola Preparatória de Cadetes do Exército. (veja abaixo como o 01 do concurso, aluno do Elite Mil, fez para passar)


Entrar pelos portões e receber a boina de seus familiares, é somente uma questão de escolha, decisão e trabalho duro, exatamente como eles fizeram!



Nosso papel é te auxiliar a tornar isso uma realidade.

Clique aqui e saiba mais! Nos vemos do lado de dentro!


FÉ NA MISSÃO!














0 comentário