3 ERROS que podem custar a sua APROVAÇÃO!

Salve, salve, combatentes, tudo na paz? Espero que sim! Se você está aqui é por que tem o objetivo de se tornar um Oficial ou Sargento de Carreira, não é mesmo? Porém, para chegar lá e alcançar o seu objetivo, você terá que enfrentar um caminho cheio de desafios e obstáculos, afinal de contas, como diz aquela famosa frase que você certamente já escutou, "se fosse fácil todo mundo fazia".


E é fato que, ano após ano, ser aprovado em um concurso militar das Forças Armadas está se tornando cada vez mais difícil e concorrido. Os motivos para isso são muitos, porém, posso elencar aqui os principais para você:


1) Concorrência maior e mais qualificada, afinal, hoje em dia, com a internet, cada vez mais jovens tem conhecimento sobre os concursos militares das Forças Armadas;

2) Democratização da educação que, felizmente, vem diminuindo os custos de acesso à cursos preparatórios, sobretudo na modalidade online.

3) Crise econômica, que tem levado muitos jovens, que antes sonhavam em ingressar na faculdade, a buscarem uma forma mais rápida de adquirirem uma estabilidade, segurança profissional e financeira, enxergando na Carreira Militar essas possibilidades.


A boa notícia é que você não precisa temer nada disso, afinal de contas, se você está aqui é por que você é um dos beneficiados pelas "benesses tecnológicas" do nosso tempo. Infelizmente, mesmo hoje em dia, muitos jovens só descobrem as imensas oportunidades que existem ao ingressar nas Forças Armadas através de concurso público quando já não tem mais idade para prestá-los (os concursos militares possuem limite de idade!).


E para que você possa desenvolver a sua preparação da melhor forma possível, separei aqui 3 dos principais erros que os candidatos cometem ao se prepararem para enfrentar um Concurso Militar! Preste muita atenção e caso perceba que está cometendo um desses erros, corrija rapidamente o seu rumo e garanta a sua vaga em uma Escola de Formação Militar o mais depressa possível!


1. Procrastinação em excesso


Convenhamos, todos nós procrastinamos um pouco de vez em quando, não é, afinal, somos humanos e é praticamente impossível não ser pego em algum momento do dia por essa onda de informações que nos persegue por diversos meios de comunicação. Porém, o problema, como quase tudo na vida, está no excesso.


Se você frequentemente percebe que não teve um dia produtivo e que não cumpriu as tarefas que deveria, tendo perdido seu tempo em coisas inúteis e sem relação alguma com os seus objetivos, como passar o dia mexendo nas redes sociais, "abra o seu olho maior que a cara", como diria um dos meus instrutores no Curso de Guerra na Selva.


Muito cuidado pois esse pequeno e, aparentemente, inofensivo hábito, pode acabar custando muito caro na sua vida, na medida em que tem o poder de impedir que você alcance os seus sonhos e, dessa forma, viva a vida que tanto sonhou. Você já parou pra pensar quantos problemas poderá ter lá na frente na sua vida simplesmente pelo fato de que não conseguiu focar o suficiente na sua preparação quando isso era necessário?


E para te ajudar a combater de vez esse problema, eu gravei um vídeo bem legal lá no nosso canal no YouTube, dá uma olhada (aproveita e já se inscreve para não perder nenhum conteúdo produtivo que eu posto por lá, relacionado a temas que são muito importantes para você):

2. Insegurança


Sinceramente, eu não sei quais os motivos, porém, a insegurança é hoje em dia uma das principais características que eu observo nos jovens. Seja pela educação dos pais, do nosso sistema escolar ineficiente ou pelo excesso de exposição às redes sociais, o fato é que isso precisa ser trabalhado desde cedo, afinal, poderá se refletir em diversos aspectos e em várias fases da sua vida.


Na realidade, você não precisa ser uma pessoa segura para ser aprovado em um concurso militar. Eu conheço pessoas extremamente inseguras e que foram aprovadas em concursos bem concorridos, como os do IME, da EsPCEX e da ESA. Porém, o fato de serem pessoas inseguranças certamente limitou a sua capacidade e o seu desempenho nos estudos de alguma maneira, além de causar diversas consequências negativas durante a formação do militar e sua carreira.


Se você leu o meu livro, sabe que uma das formas que eu encontrei para superar a minha insegurança foi através da prática de esportes, algo que fiz desde os meus 12 anos de idade (aliás, faço até hoje) e que recomendo imensamente que você aplique em sua vida. De fato, você nunca conseguirá superar os seus medos se não tiver a disposição de se expor a eles e enfrentá-los. E uma vez que você vence um medo, que você se torna "mais forte" em determinado aspecto ou área da sua vida, isso traz consequências muito positivas para outras áreas também!


De fato, você nunca conseguirá superar os seus medos se não tiver a disposição de se expor a eles e enfrentá-los.

Um dos pontos importantes no que diz respeito à superar a sua insegurança tem relação com a comparação excessiva, quando nós perdemos muito tempo e energia nos comparando com outras pessoas. O grande problema disso é que, geralmente, nós nos comparamos com pessoas que não estão no mesmo nível que nós, mas sim, em um nível superior. Dificilmente realizamos uma comparação justa ou o que seria a comparação mais justa de todas, nos comparar com nós mesmos no passado!


Inclusive, eu fiz uma live lá no nosso canal no YouTube falando sobre esse tema e recomendo fortemente que você assista, pois poderá te ajudar bastante:


3. Falta de humildade


Existe muito candidato "desumilde", muito mesmo! E isso, como em vários aspectos da nossa vida em sociedade, poderá ser a causa da sua ruína, portanto, preste muita atenção nos seus atos e atitudes.


Vou ilustrar pra você 3 situações em que o candidato demonstra ser alguém que precise trabalhar melhor a sua humildade, para que você entenda melhor o que quero dizer:


1 - O candidato que sempre foi um péssimo aluno, compra um curso, começa a estudar pra concurso e em duas semanas já quer estar sabendo tudo e fazendo provas anteriores. Ao perceber que isso não acontece, ele começa a culpar todo mundo (o curso, os professores, o material, a prova, o presidente da Rússia), porém, nunca aponta o dedo para si mesmo;

2 - O candidato que tem certa facilidade em determinada matéria e por isso foca quase que 100% nela, se tornando até uma referência e ajudando outros alunos em suas dificuldade. O problema aqui é que o ego desse candidato não deixa ele perceber que ele também precisa estudar aquilo que não é bom e, desse modo, ele prefere se manter confortável no altar que criou para si e que o distingue (pelo menos ele acha isso) dos demais;

3 - O candidato especialista em aprovação (que nunca foi aprovado). Esse aqui é o rei das técnicas de estudo e está sempre presente em lives, eventos, reuniões, aulas ao vivo, grupos e quaisquer outros locais onde possa mostrar para todos os seus conhecimentos teóricos sobre como ser aprovado. Típico aluno que fala alto demais e tenta impressionar a todos, porém, dificilmente será aprovado se não corrigir suas atitudes.


Ser um candidato humilde significa reconhecer que você tem muito a aprender e que essa jornada não será, de modo algum, fácil ou tranquila, mas que você tem todo o potencial de vencer assim como qualquer outro candidato que venceu no passado!


Sobre esse tema, não deixe de conferir as palavras do Ten Logullo, aviador da FAB formado pela AFA e que tem uma história de vida muito interessante de superação e dedicação aos estudos:

Espero que este conteúdo tenha sido relevante e construtivo para você e que você possa se tornar assim um candidato cada dia mais consciente das suas potencialidades e deficiências, superando os obstáculos que aparecerem no seu caminho.


E se você quiser conhecer um pouco mais sobre como o Elite Mil pode te ajudar a alcançar o seu sonho de se tornar um Oficial ou Sargento de Carreira nas Forças Armadas, CLIQUE AQUI e conheça os nossos cursos online. Será uma honra ter você em nossa Tropa Elite Mil!


FÉ NA MISSÃO!


0 comentário