3 DICAS PARA VOCÊ SER APROVADO NO TESTE DE APTIDÃO FÍSICA (TAF)

O temido teste de aptidão física (TAF) está presente em diversos concursos públicos no nosso país, sobretudo em provas voltadas para carreiras policiais e de admissão à carreira nas Forças Armadas. Sem uma devida preparação, voltada para as necessidades do candidato e para as exigências da prova, a probabilidade de ser reprovado e, com isso, ver um sonho ser jogado no lixo, se torna muito grande. Neste post te darei 3 dicas muito importantes para que você se prepare de maneira eficiente para o seu teste físico e, com isso, realize o seu sonho e conquiste a sua vaga no concurso que deseja.

O Temido Teste de Aptidão Física

DICA Nº 1: INICIE A SUA PREPARAÇÃO FÍSICA ESPECÍFICA PARA O TAF COM ANTECEDÊNCIA!


Esse, sem dúvidas, é o principal erro cometido pelos candidatos! Se você leu o nosso post chamado "Onde Tudo Começa", sabe muito bem do meu sufoco no TAF do Concurso da EsPCEX em 2009. Pois é, eu QUASE não passei. E sabe qual foi o meu erro?

EU SÓ INICIEI A MINHA PREPARAÇÃO ESPECÍFICA PARA O TAF APÓS VER O MEU NOME LA LISTA DE APROVADOS, OU SEJA, EM CIMA DA HORA.

Por praticar atividades físicas desde muito cedo e ter um bom condicionamento físico, eu acreditava que não teria grandes dificuldades no teste e que, sendo assim, não era necessário que eu me preparasse com grande antecedência. O problema é que eu era muito bom naquelas atividades que eu gostava muito de realizar (corrida), porém, o teste de aptidão física exigia também a execução de outros exercícios.

NEGLIGENCIAR A MINHA PREPARAÇÃO FÍSICA QUASE ME CUSTOU O MEU SONHO! NÃO COMETA ESSE ERRO!

Aliás, essa é uma tendência muito forte nas pessoas: você pratica muito aquilo que gosta e negligencia aquilo que não gosta. NÃO FAÇA ISSO! Você deve realizar um planejamento do seu treinamento físico que lhe permita praticar todos os exercícios que serão cobrados no TAF, dando mais ênfase àquelas atividades que você tem mais dificuldades! E tudo isso deve ser feito com antecedência!


E qual é o prazo mínimo anterior ao TAF para você iniciar a sua preparação específica?

Bom, eu recomendo que você pratique atividades físicas regularmente, INDEPENDENTE se vai realizar um TAF ou não, como uma forma de manter um bom condicionamento global e, desse modo, estar com o corpo mais preparado e adaptado na hora em que for realizar a sua preparação física específica para o TAF. Fazendo isso, quando você iniciar a sua preparação específica, você terá um corpo mais resistente e sua evolução será muito mais rápida, sem contar o risco de lesões, que será muito menor.

Fazendo isso, você deve seguir os seguintes passos, para realizar a sua preparação física específica:

1º Passo: Verifique quais são os exercícios cobrados nos TAFs dos concursos que você irá realizar, tendo especial atenção para os índices necessários para ser aprovado (essa informação pode ser encontrada nos editais anteriores desses concursos);

2° Passo: Após saber quais são os exercícios cobrados, você precisa realizar uma avaliação (simulado) de cada um desses exercícios, para identificar quais as suas facilidades e dificuldades (É importante que você conte com a ajuda de alguém com experiência e conhecimentos no assunto para lhe acompanhar e orientar nesse processo). Nessa avaliação, você deve realizar a EXECUÇÃO CORRETA de cada exercício, pois execuções erradas não serão contadas pelo avaliador no momento do TAF (lá no nosso canal no YOUTUBE você encontra diversos vídeos que irão te auxiliar nisso).

3º Passo: Após saber quais são os exercícios que você deve realizar no TAF e quais são aqueles em que você tem mais facilidade ou dificuldade, você deverá criar uma planilha de treinamento semanal, onde realizará os treinamentos durante a semana, estabelecendo objetivos ALCANÇÁVEIS e progredindo com o passar do tempo. É importante, nesta etapa que você realize um plano de treinamento que esteja dentro daquilo que é possível para você, levando-se em consideração o seu condicionamento físico prévio e o tempo que você tem para se preparar para os testes. Se esse planejamento for feito de forma errada, você corre o risco de se desmotivar, por não conseguir atingir os índices que estão previstos no seu treinamento ou, até mesmo, se machucar, por tentar realizar um treinamento que não foi projetado para você. O auxilio de um especialista no assunto se torna fundamental nesse contexto.


2º DICA: NÃO OUÇA OS "ESPECIALISTAS" EM TAF!


Ué, como assim? Calma, calma, o que você precisa entender é que existem especialistas e "especialistas". Se você leu o meu artigo "Onde Tudo Começa", deve saber que, na época em que eu estava me preparando para o TAF, alguns "especialistas" me deram "dicas" esdrúxulas, como tomar anabolizantes e fazer barras 3 vezes ao dia. Esses mesmos camaradas que, aliás, nunca fizeram um TAF na vida, acreditam que os conceitos que eles utilizam para ganhar massa muscular ou aquelas informações que são conseguidas em fontes nada confiáveis na Internet, podem e devem ser aplicadas no seu treinamento para o TAF. Em geral, essa estratégia não dá certo e você acaba se deparando com um treinamento que não conseguirá cumprir ou que irá te lesionar.

QUER SER APROVADO NO TAF? FUJA DOS "ESPECIALISTAS"!

E quem são aqueles que podem ajudar você, os ESPECIALISTAS?

Em geral, é importante se basear em conhecimentos de alguém que estudou para isso. E isso não quer dizer que, necessariamente, você tenha que buscar o auxílio de um educador físico, verdade seja dita. Existem diversos profissionais, sem diploma de nível superior, que possuem conhecimentos avançados em treinamento físico e que podem te ajudar bastante. Claro que, se possível, conte com a ajuda de um profissional da área, que terá plenas condições de realizar um planejamento mais detalhado acerca do seu plano de treinamento. Eu não estou aqui dizendo para você investir o seu dinheiro em um personal trainer que, apesar de ser a melhor e mais segura opção, poderá estar fora da sua realidade financeira. Você pode encontrar apoio com o professor de educação física da sua escola, na internet, com alguns militares que gostam do assunto ou até mesmo com aquele seu amigo que faz faculdade de educação física ou estuda o assunto mais profundamente por hobby. O importante é você saber diferenciar rapidamente aquele camarada que entende do assunto daquele que, por possuir um bom desempenho em outras modalidades esportivas, acha que os seus conhecimentos servem para todo e qualquer tipo de pessoa e para o TAF. Quer ser aprovado no TAF? FUJA DOS "ESPECIALISTAS"!


3º DICA: TENHA UM PLANO DE TREINAMENTO!


Agora que você, com antecedência, decidiu iniciar os seus treinamentos, com a ajuda de um amigo ou de um personal trainer presencial ou online, é muito importante que você construa o seu plano de treinamento. Esse plano, nada mais é do que uma planilha onde você irá organizar todo o seu treino, levando-se em consideração o seu condicionamento físico atual, os seus objetivos e o tempo que tem para se preparar. Ter um plano de treinamentos, com objetivos bem definidos a cada treino, é essencial para que você possa treinar de maneira segura e, pouco a pouco, conseguir progredir rumo ao seu objetivo.
Nesse contexto, um erro muito comum que muito alunos cometem é treinar somente para obterem os índices de aprovação do TAF do concurso que estão realizando.

VOCÊ NÃO DEVE TREINAR SOMENTE PARA O TAF DO CONCURSO!

Se você está concorrendo à uma vaga em alguma escola de formação militar, por exemplo, deve ter em mente, desde cedo, que o teste de aptidão física do concurso será apenas a primeira avaliação física que você fará em sua carreira militar. MUITOS OUTROS TAFs VIRÃO PELA FRENTE. Em geral os militares das FFAA realizam 3 testes físicos POR ANO durante toda a sua carreira militar, sendo os resultados desses testes fatores primordiais no "currículo" do militar.


Isso mesmo! Você realizará muitos TAFs ainda pela frente e é extremamente importante que você, desde cedo, realize um plano de treinamento que inclua atividades que irão fortalecer a sua musculatura e promover um desenvolvimento seguro e sustentável do seu corpo. Lembre que, se você realizar treinamentos de forma desordenada e com níveis de intensidade nos quais não está condicionado, poderá sofrer lesões e comprometer o desenvolvimento posterior do seu organismo. A criação de um plano de treinamento eficiente envolve a execução de testes que irão determinar qual o seu nível atual de condicionamento e quais os exercícios ideias para promover o desenvolvimento do seu corpo de maneira correta, segura e sustentável. De preferência, esse trabalho deve ser realizado com o auxílio de um profissional educador físico ou com alguém que possua larga experiência em programas de treinamento físico personalizados.


Iniciando a sua preparação física com antecedência, de maneira organizada e orientada, você irá potencializar as suas chances de sucesso no tão temido TAF e, mais do que isso, promover um aumento considerável nos seus níveis de condicionamento físico, tendo como consequência uma melhora significativa na sua qualidade de vida.


BRASIL ACIMA DE TUDO!

#elitemil #ondetudocomeça


© 2020 por Elite Mil - Cursos Preparatórios. Todos os direitos reservados.

CNPJ: 28.330.809/0001-09