3 Dicas para potencializar o seu rendimento nos estudos

Uma das perguntas que recebo com maior frequência nas minhas redes sociais é: quantas horas devo estudar por dia para passar em um concurso público? Você já se fez essa pergunta? Tenho certeza que sim (aliás, dá uma olhada neste vídeo, onde falo um pouco sobre esse tema) ! Eu mesmo já pensei muito sobre isso, mas um coisa que a experiência e os estudos me mostraram é que, na verdade, a quantidade de horas que você estuda não é algo assim tão importante. Não estou dizendo que não é importante, porém, te afirmo categoricamente que o tempo de estudo não é a coisa mais importante ou o principal fator que você deve analisar para medir a eficiência nos seus estudos. Mas o que seria mais importante que isso?


A qualidade!


A qualidade do seus estudos é de longe o principal fator que você deve utilizar para saber se os seus estudos estão rendendo ou não. Logicamente, se você conseguir aliar esses dois fatores, quantidade e qualidade, ou seja, estudar por longas horas e de um modo eficiente e produtivo, com certeza estará dando passos muito importantes para a sua aprovação em qualquer certame. E aqui neste post vou te dar 3 dicas práticas para melhorar significativamente os seus estudos, aproveitando melhor os seus horários e se tornando assim um aprendiz muito mais eficiente e produtivo. Espero que você goste!


1 - ESTUDO INTERVALADO!


Sem dúvida alguma esta aqui é a dica mais valiosa dentre as 3! Preste muita atenção, pois isso aqui vai simplesmente te levar para outro nível nos estudos, se aplicado de maneira eficiente.


Estudar de maneira intervalada significa ter intervalos constantes de estudo e de repouso, ou seja, você irá estudar de maneira extremamente focada durante um determinado período de tempo, sem distrações e depois tirar um pequeno intervalo para descansar.

Uma das técnicas mais conhecidas de trabalho e que pode ser aplicada de maneira muito eficiente nos estudos é a TÉCNICA POMODORO, desenvolvida na década de 80 pelo italiano Francesco Cirillo e que tem ajudado muitas pessoas ao redor do mundo a se tornarem mais eficientes e produtivas (e eu me incluo neste universo).


Ou seja, se você tem 4 horas de estudo disponíveis por dia, não tente estudar por todo esse período de forma ininterrupta, pois não vai dar tanto certo. Nós, seres humanos, temos uma dificuldade natural em manter a nossa atenção por um longo espaço de tempo e isso é ainda mais comum nesta época em que vivemos, onde a quantidade de informações é gigantesca. Portanto, estude de maneira intervalada. Neste caso, você poderia estudar por 30 minutos e, depois disso, tirar um pequeno intervalo de 5 minutos, onde, de preferência, irá sair do local onde está estudando. Repita isso por 3 vezes e, após isso, tire um intervalo maior, de mais 30 minutos.


Logicamente que você pode alterar estes intervalos citados para aqueles que se adaptam melhor a sua realidade, todavia, recomendo fortemente que procure não estudar direto por mais de 50 minutos, pois este é o período máximo em que alguns estudos indicam que conseguimos manter a atenção em algo de forma eficiente. Também não recomendo que tire intervalos maiores que 30 minutos, para não comprometer o seu retorno aos estudos após o intervalo.


2 - Estude em duplas ou grupos!


O estudo em grupo foi para mim um dos principais fatores que melhoraram a eficiência nos meus estudos e tenho certeza que podem te ajudar também. Na realidade, eu não tinha nenhum parceiro de estudos, ninguém que estivesse estudando comigo, porém, para complementar a renda da minha família, que passava por dificuldades financeiras na época em que me preparava para o concurso da EsPCEX, comecei a ministrar aulas particulares, em cursinhos e no colégio em que estudava, como monitor, e isso foi algo extremamente eficiente para mim.


Ministrar aulas particulares me fez ter muito mais confiança no meu potencial e, além disso, como ministrava aulas para alunos do Ensino Fundamental e Médio, eu costumava estudar bastante antes de ensinar, o que foi muito bom para a minha própria preparação (ninguém quer passar vergonha na frente dos outros, não é mesmo?) Isso também me ajudou muito a desenvolver a minha oratória e a perder o medo de falar em público (dá uma olhada nesse vídeo aqui se você também tem dificuldades de falar em público).


Portanto, recomendo fortemente que você estude em duplas/grupos e/ou ministre aulas particulares. Isso pode ser muito profícuo para você e para os seus colegas de estudo, pois um pode complementar os estudos do outro. Se você tem dificuldade em matemática e facilidade em história, por exemplo, procure um parceiro que tenha facilidade em matemática e dificuldade em história, pois dessa forma vocês podem se ajudar e ainda se tornarem melhores nas matérias que já tem facilidade.


Porém, MUITO CUIDADO, pois estudar em grupos requer muito mais disciplina e foco! É muito comum um grupo de estudos iniciar de maneira focada e, após um espaço de tempo, se perder no meio de conversas que não tem nada a ver com os assuntos que deveriam estar sendo estudados. Converse bem com a sua dupla ou com o seu grupo para que todos estejam comprometidos com a preparação. Estabeleçam regras de conduta que devem ser seguidas por todos! Nenhum grupo funciona sem regras bem estabelecidas, não se iluda!


3 - Complemente os seus estudos, seja autodidata!


Esta é outra dica muito importante! Seja mais independente intelectualmente, busque a informação, seja curioso, pró-ativo. Entenda que você deve ir atrás do conhecimento, ele não vem até você. Eu sei que pode parecer um pouco estranho, afinal, somos criados e ensinados a ir para a escola, sentar na cadeira e prestar atenção no professor que, naquele espaço, é o único transmissor de conhecimentos. Mas deixa eu te falar uma coisa:


Ser um ótimo aluno já não é mais suficiente para ter sucesso na vida, estamos na era da informação, tudo acontece muito rápido!

Desse modo, use isso a seu favor. Se você está lendo este post, tenho certeza que tem acesso a internet e isso dá a você uma ferramenta imensurável de saber. Você tem noção que hoje uma criança de 12 anos tem acesso a muito mais informações do que o presidente dos Estados Unidos na década de 70? Isso mesmo, pense um pouco sobre isso! Você pode ler livros, ver vídeos, assistir aulas, interagir com pessoas do mundo todo instantaneamente, visitar cidades, ouvir músicas, ir à lua... tudo isso sem sair de casa, usando o seu aparelho celular!


Portanto, repito, use isso a seu favor. Procure materiais, complemente os seus estudos, compartilhe informações, peça ajuda quando for preciso e ajude. Eu sempre recomendo aos nossos alunos que ajudem uns aos outros através dos nossos grupos no whatsapp. Quando um aluno tem dúvida em uma questão, por exemplo, sugiro que enviem essa questão no grupo e que outros alunos tentem solucionar e enviem a foto da resolução. Dessa forma, todos saem ganhando e eles podem estudar em grupo do conforto dos seus próprios lares!


Bem, é isso. Três dicas simples, porém muito eficientes. Espero que você tenha gostado e que aplique estes conhecimentos em sua rotina. Lembre-se, ler este post e não tomar nenhuma atitude, não mudar nada em sua rotina, não aplicar nenhum conceito que foi abordado aqui, não vai lhe tornar um estudante mais eficiente. Mãos à obra! Você é o principal responsável e beneficiado pelas atitudes que toma em sua vida!


FÉ NA MISSÃO!!!


1º Ten Thiago Henrique

CEO e Instrutor-Chefe do Elite Mil - Cursos Preparatórios